Make your own free website on Tripod.com
XIX Copa do Mundo da FIFA - 2010
Cuauhtémoc Blanco
Home

cuauhtemoc_blanco.jpg

 
Cuauhtémoc "Temo" Blanco Bravo (Cidade do México, 17 de janeiro de 1973) é um futebolista mexicano que atua como atacante e meia. Atualmente, joga pelo Dorados de Sinaloa.
 
Iniciou sua carreira profissional aos dezessete anos no América, seu clube de coração, em 1990. Por esse clube, venceu a Copa dos Campeões da CONCACAF, o Campeonato Mexicano (Clausura) e a copa Campeão dos Campeões, todas em 2005.
Teve passagens pelas equipes do Necaxa, Veracruz e pela equipe espanhola Valladolid. Pela Seleção do México conquistou a Copa Ouro em 1996 e 1998 e a Copa das Confederações em 1999, pela qual também foi o artilheiro. Jogou pela seleção de seu país as Copas do Mundo de 1998, 2002 e Copa do Mundo de 2010. Por causa de sua personalidade forte, não jogou a Copa do Mundo de 2006, pois brigou com o técnico argentino Ricardo La Volpe que, então, dirigia a seleção mexicana.
Em 1º de abril de 2007, assinou contrato com a equipe norte-americana do Chicago Fire, com estréia em 22 de julho desse mesmo ano. Aos trinta e quatro anos e sentindo-se em plena forma, queria fazer história na MLS, a liga norte-americana de futebol. E começou essa história muito bem marcando um belo gol em sua estréia no empate em 1 a 1 contra o Glasgow Celtic. Em 19 de agosto, marcou mais um belo gol na vitória do Fire sobre o Real Salt Lake por 2 a 0. Volta a marcar e dar uma assistência na vitória do Fire sobre o Kansas City Wizards também por 2 a 0. Virou o "dono" da equipe e um astro nos EUA. Chegou até as finais da MLS Cup, porém sua equipe foi eliminada pelo New England Revolution. Em seu primeiro ano no Chicago Fire marcou 4 gols e fez 7 assistências.
A 10 de Setembro de 2008, antes do jogo pertencente à terceira fase das Eliminatórias da América do Norte, Central e Caribe para a Copa do Mundo FIFA de 2010, anunciou o fim da sua carreira como internacional pelo México. Entretanto, em meados de 2009 foi chamado de volta à seleção mexicana, que se encontrava em dificuldades para se classificar para a Copa do Mundo de 2010. Fez excelentes partidas e conseguiu ajudar o México a se classificar para mais uma Copa, sendo uma das esperanças da equipe para o mundial de 2010. Com o Chicago Fire, obteve o vice-campeonato da Superliga em 2009.
Ainda em 2009, anunciou oficialmente que não renovaria seu contrato com o Chicago Fire assinando em seguida com a equipe mexicana Veracruz, onde permaneceu por uma temporada, assinando com o Irapuato.
Em 2011 assinou contrato com o Dorados de Sinaloa.

Volta à página principal