Make your own free website on Tripod.com
XIX Copa do Mundo da FIFA - 2010
John Paintsil
Home

paintsil_john_20060123_gh_r.jpg

 
John Paintsil (nascido em 15 de Junho de 1981 em Berekum) é um futebolista ganês que atualmente joga no Leicester City da Inglaterra.
 
John Paintsil joga confortavelmente tanto como Volante como Meio-Campista, e começou sua carreira em seu país natal, no Arsenal Berekum e no Liberty Professionals. Após breve passagem pelo Widzew Łódź da Polônia, foi jogar no Maccabi Tel-Aviv de Israel, onde jogou 46 partidas no Campeonato Israelense e 5 na UEFA Champions League.
 
Em 2004, se transferiu para o grande rival do maccabi, o Hapoël Tel-Aviv, sendo vice-campeão nacional e campeão da Copa de Israel em 2006, marcando 3 gols em 46 jogos.
 
Depois da Copa do Mundo da FIFA de 2006, assinou com os ingleses do West Ham United, onde depois de uma fraca temporada em 2006 e outra mediana em 2007, ficou no banco na maioria dos jogos de 2008 e se transefriu para o Fulham.
 
No Fulham, ajudou a equipe a conseguir um inédito sétimo lugar na Primier League e se tornou titular regular da equipe.
 
Porém em 2011 se transferiu para o Leicester City de graça, uma vez que seu contrato com o Fulham não foi renovado, indicado pelo técnico Sven-Göran Eriksson.
 
Paintsil foi vice-campeão mundial sub-20 na Argentina em 2001, e jogou as Copas Africana de Nações em Mali em 2002 e no Egito em 2006, além de jogar na seleção olímpica em Atenas 2004.
 
Paintsil jogou a Copa do Mundo da FIFA de 2006, onde se envolveu numa polêmica. Após o primeiro e o segundo gols contra a República Tcheca, assim como no final do jogo, Paintsil celebrou com uma bandeira israelense, o que gerou alguns protestos em Gana e nos países árabes. Paintsil disse que queria homenagear a nação que tão carinhosamente o acolheu. A FIFA decidiu não puní-lo.
 
Paintsil também jogou a Copa do Mundo da FIFA de 2010 na África do Sul.
 
A família Paintsil denunciou diversas ameaças recebidas em seu país natal. O irmão mais novo de John, Mark, voou para Israel com visto de turista e foi preso quando seu visto expirou, por pendências de imigração, enquanto pedia asilo político ao governo de Israel.
De acordo com Mark, sua família vive na Grã-Bretanha e não pode voltar à Gana. Disse que sua irmã, depois de retornar à Gana, se juntou à John e à seus pais em Londres imediatamente, e que não retornava à Gana por temer por sua vida.

Volta à página principal