Make your own free website on Tripod.com
XIX Copa do Mundo da FIFA - 2010
Franck Ribéry
Home

franck-ribery-hairstyles.jpg

 
Franck Bilal Ribéry (Boulogne-sur-Mer, 7 de abril de 1983) é um futebolista francês que atua como meia. Atualmente defende o Bayern Munique. Já foi chamado de a "jóia do futebol francês" por um dos maiores jogadores franceses, senão o maior, Zinedine Zidane.
Aos dois anos de idade, foi vítima de um acidente de automóvel, que lhe deixou várias cicatrizes no rosto.
 
Com seis anos começou a jogar futebol no Boulogne-sur-Mer. Aos doze ingressou no Lille. Retornou quatro anos mais tarde por causa de seu mau desempenho acadêmico. Em 2001, foi para o Boulogne. Depois seguiu para o Olympique Alès.
 
Foi contratado pelo Stade Brestois, para temporada 2003-2004, estreando durante a partida contra o Nantes. Ribéry brilhou durante a temporada na decisão da Ligue 2 e foi ovacionado pela torcida presente no estádio.
 
Foi com Metz que Ribéry fez a sua estreia na Ligue 1, em 2004. Foi considerado uma das grandes revelações da competição e eleito "jogador do mês" em agosto.
 
Surpreendentemente se transferiu para o clube turco Galatasaray, após apenas seis meses no Metz. Rapidamente se tornou um dos ídolos dos torcedores turcos, ganhando o apelido de "Ferraribéry". Marcou um dos gols do Galatasaray na vitória por 5 a 1 na final da Copa da Turquia contra o grande rival Fenerbahçe. Ribéry foi para o Olympique de Marseille em junho de 2005, para disputar o Campeonato Francês. Apesar de um processo iniciado pelo clube turco por "quebra de contrato", Ribéry recebeu da FIFA a permissão para jogar.
Pelo clube de Marselha teve um desempenho excepcional; foi três vezes eleito o "jogador do mês", e foi o autor do "gol do ano" contra o Nantes. Marcou também um dos mais rápidos gols da temporada de 2006-07, depois de apenas treze segundos do inicio de jogo. Então foi convocado para Copa do Mundo FIFA de 2006.
 
Ao final da temporada 2006-07, Ribéry foi sondado pelo Olympique Lyonnais, mas Pape Diouf se recusou a vendê-lo para a concorrência. O presidente do Marseille exigiu um vinte e cinco milhões de euros para liberá-lo. O Real Madrid, que também havia sondado o jogador, não manifestou desejo de colocar uma grande quantia. Quem decidiu finalmente comprá-lo foi o Bayern Munique, que ofereceu trinta milhões de euros (dezesseis milhões imediato, dez milhões em 2008 e quatro milhões se o Bayern se classificasse para Liga dos Campeões da UEFA). Esse valor foi um recorde na Alemanha. O Bayern terminou em quarto na Bundesliga e não se classificou para Liga dos Campeões, mas "apenas" para a Copa da UEFA, a quantia total paga foi de 26 milhões de euros.
Sua estreia no Bayern Munique foi excepcional para atrair o público e imprensa alemã. Franz Beckenbauer, lenda do futebol alemão e presidente do Bayern, disse: "É como se tivéssemos ganho na loteria." As boas apresentações juntamente com os outros jogadores do Bayern, como Luca Toni, Miroslav Klose, Bastian Schweinsteiger, entre outros, permitiu que a sua equipe vencesse a Copa da Liga Alemã em 2007 e Ribéry a ser o artilheiro. Em seguida ganharam a Bundesliga.
Em maio de 2008 foi eleito o melhor jogador do Campeonato Alemão, além de ser eleito pela segunda vez como jogador francês do ano.
 
Sua primeira convocação para a seleção foi na Copa do Mundo FIFA de 2006, quando a Seleção Francesa de Futebol foi vice-campeã e Ribéry disputou todos os jogos. Em 17 de junho de 2008 foi convocado para a Euro 2008, na Áustria e Suíça. Porém sofreu uma entorse no tornozelo no jogo contra a Itália em um lance com Gianluca Zambrotta e teve de ser substituído do jogo, que encerrou sua participação no torneio com a seleção, que acabou sendo eliminada na fase de grupos.
Integrou o grupo que disputou a Copa do Mundo FIFA de 2010, que foi eliminada na fase de grupos. Foi um dos cabeças de um motin contra o treinador, e devido a isso foi julgado e não pode integrar a seleção francesa de futebol por um periodo de tempo, mas, atualmente já se reintegrou ao elenco dos Bleus.
 
Em Fevereiro de 2006, Franck Ribéry, de origem católica, converteu-se ao Islamismo e adotou "Bilal" como segundo nome. O seu nome muçulmano completo é Bilal Yusuf Mohammed. Ele é casado com Wahiba e é pai de duas moças (Hiziya e Chinchila).

Volta à página principal